Entenda as Especificações Técnicas dos alto falantes | Parâmetros Thielle-Small

Entender as especificações técnicas dos alto falantes é essencial para quem quer escolher o modelo certo para o seu projeto de som automotivo e de quebra, ainda gastar menos.

Para melhor entendimento do post, recomendamos você dar uma olhada em: Como funcionam os alto falantes.  Após entender como o alto falante funciona, fica muito mais fácil entender este post.

Valor em rms (conhecido como potência rms)

escolher modulo amplificador potência 2

Potência Nominal Wrms

Quantidade de energia que o alto falante suporta dissipar, medida segundo a norma NBR 10303.

Lembrando: os alto falantes não têm potência, eles suportam potência.

Em um sistema de som automotivo:

– Quem tem a potência é a bateria, pois ela que tem tensão e corrente;
– O Amplificador converte a energia (amplifica com a energia da bateria o sinal musical);
– O Alto falante suporta a potência (reproduz o som).Ou seja, a bateria tem a energia, o amplificador transforma a energia (amplifica o sinal “Musical” com a energia da bateria) e manda para o alto falante.

No alto falante, parte da energia é transformada em energia mecânica, movimentando o cone e reproduzindo o som, e a outra parte é transformada em calor.

Para tirar essa informação do alto falante, as fábricas aplicam o “sinal rosa” (que esforça ao máximo o alto falante).

O máximo de energia que o alto falante recebe, sem queimar (sem sofrer danos), em um determinado espaço de tempo (pode variar, mas fica em torno de 2h), é o valor em rms do mesmo.

Potência Musical

Como dito, para “retirar a potência rms” do alto falante, as fábrica usam o sinal rosa, que esforça ao máximo o alto falante.

Em músicas, sempre há intervalos de batidas frequências e etc., que esforçam menos o alto falante.

Logo ao utilizar o alto falante em músicas, conseguimos aplicar mais potência neles. A potência musical é Média geral da quantidade de energia que o alto falante consegue suportar em músicas, que é geralmente o dobro do valor em rms do alto falante. (medição com multímetro – de preferência True-Rms – na saída do amplificador).

Potência de Pico Wpico

Quantidade de energia que o alto falante consegue suportar em picos musicais (medição com osciloscópio) em um tempo curto, em torno de 4 segundos, por exemplo.

Geralmente a potência de pico tende a ser 4x maior que a potência em Wrms.

Veja o post completo: Qual Potência Rms usar em Alto Falantes? | Módulo p/ Subwoofer, Woofer, Driver, Tweeter

Potência PMPO

O valor em watts PMPO não vem mais sendo utilizada por empresas mais sérias no setor de som automotivo e som profissional, pois, não há base e regras de medições, logo, um fabricante pode informar qualquer valor ao alto falante para convencer o cliente. Por exemplo: o valor PMPO de um alto falante de 100Wrms, pode ser 1000w Pmpo ou até 10000w pmpo.

Entenda as Especificações Técnicas dos alto falantes | Parâmetros Thielle-Small 1

Parâmetros Thielle-Small

Resposta de frequência ou curva de resposta (Hz)

É o dado que diz qual a região que o alto falante trabalha. Ex: 60hz à 2700hz.

Geralmente medido com 1w rms à um metro em câmara anecoica.

Métodos mais usados: Near Field e Half Space.

Aplica-se ruído rosa e “pega-se” a faixa do gráfico onde o alto falante teve a sua ótima resposta.

Observação: em alto falantes que precisam de caixa, não se deve utilizar a resposta de frequência como base para realizar o corte de frequência (principalmente o corte HPF).

Entenda as Especificações Técnicas dos alto falantes | Parâmetros Thielle-Small 2

RE Resistência Elétrica (DC) Ohms

Resistência da passagem elétrica (corrente contínua DC), é a força contrária à passagem de energia.

Podemos saber qual a resistência elétrica do alto falante ao utilizar um multímetro, colocando a chave do multímetro da escala “ohm” e conectando nos bornes do alto falante.

Impedância Nominal (AC) Zn Ohms

Relação da resistência elétrica (bobina móvel) dentro do campo magnético (sempre maior que a resistência elétrica).

Veja o post completo com as principais dúvidas: O que é impedância? Alto Falantes

Esses dois pontos acima são muito importantes para escolher também a impedância de saída do amplificador, pois o valor precisa “casar” com o valor final da impedância dos alto falantes. Onde temos algumas variáveis como: quantidade de alto falantes.

Tipo de ligação e impedância de cada alto falante utilizado: Clique aqui e veja como ligar o alto falante no módulo.

Entenda as Especificações Técnicas dos alto falantes | Parâmetros Thielle-Small 3

Sensibilidade dB/1w/1m

Frequência de ressonância do sistema móvel.

É o quão alto o alto falante reproduz o som com 1Wrms à 1 metro de distância do microfone, quanto maior for o valor, maior a conversão.

Não compare alto falantes de tipos ou polegadas diferentes:

um alto falante de woofer 18 polegadas, geralmente possui um valor alto de sensibilidade (ex: 95dB); alto falantes subwoofers de 8 polegadas, geralmente possuem um valor baixo de sensibilidade (ex: 82dB).

Considere a sensibilidade se estiver comparando o mesmo tipo de alto falante, com a mesmo tamanho e com o mesmo valor em rms.
*É uma informação importante, porém, é mais útil em alto falantes que reproduzem sons mais agudos (frequências altas) e em alto falantes não tão fortes.

Referencial de Eficiência NO

Rendimento de referência de um alto-falante. O “no” indica a relação entre potência acústica produzida pelo falante e potência elétrica aplicada. Podemos perceber que os alto-falantes são, na verdade, grandes geradores de calor, uma vez que a maioria dos falantes tem rendimento em torno de apenas 1%.

Entenda as Especificações Técnicas dos alto falantes | Parâmetros Thielle-Small 4

Fs – Frequência de Ressonância – Hertz (Hz)

É a frequência na qual um corpo vibra em sua maior amplitude devido às suas próprias naturezas estruturais, no caso do alto falante, é a frequência de ressonância do conjunto móvel (corpo).

Ela geralmente diz aonde o alto falante começa a reproduzir o som com ótima eficiência.

Em regra tem-se dificuldade em produzir frequências abaixo dele.

Por exemplo:
– um falante com Fs de 60hz não vai produzir 30hz muito bem, podendo danificar o conjunto mecânico ao receber uma grande quantidade de energia, mesmo em uma caixa acústica apropriada.
– um falante com Fs de 32hz vai produzir bem 30hz se estiver em uma caixa com sintonia adequada.

Observação: Quando se utiliza o alto falante em uma caixa corneta, na qual não tem muita “Litragem” e possui sintonia alta, o valor do Fs acaba não importando muito.

Entenda as Especificações Técnicas dos alto falantes | Parâmetros Thielle-Small 5

Mmd em gramas

É o peso do conjunto móvel/mecânico do alto falante ( cone ou diafragma, bobina, enrolamento e etc). Comparando alto falantes de mesmo tamanho e valor rms:

– o modelo que tiver um mmd maior, terá maior eficiência na reprodução de frequências mais baixas, pois um conjunto mecânico mais leve também será movido mais rapidamente.
– o modelo que tiver um mmd maior, terá maior eficiência na reprodução de frequências mais altas,  pois um conjunto mecânico mais pesado também será movido mais lentamente.

O parâmetro Mms é o peso do cone incluindo a massa radiante, não devendo ser confundido com o Mmd. Alguns programas de simulação de caixas de som vão calcular os valores de Mms quando se entra com o Mmd.

Entenda as Especificações Técnicas dos alto falantes | Parâmetros Thielle-Small 6

Mms em KG

Massa mecânica móvel do alto-falante mais a carga de ar que ele desloca.
Ou seja, o parâmetro Mms é o peso do cone incluindo a massa de ar que ele desloca.

X max (ou X máximo) em mm

Entenda as Especificações Técnicas dos alto falantes | Parâmetros Thielle-Small 7

Deslocamento linear máximo do conjunto móvel sem danos (ou sem distorção e etc).

Valores altos indicam uma ótima capacidade em reprodução de frequências baixas.

Alto falantes que reproduzem frequências altas, não têm Xmax altos.

É “retirada” a partir do valor da altura total da bobina, subtraindo o valor da altura da peça polar superior, e dividindo o resultado por 2.

Ou seja, é o valor da distância máxima em que a bobina mantém seu enrolamento dentro do gap acima e abaixo da peça polar (onde se tem o fluxo magnético).

Por exemplo: um falante com Xmax de 10mm quer dizer que ele poderá ter um movimento de 10mm para fora e 10mm para dentro sem danos ao conjunto móvel.

Os fatores influentes que controlam são, o conjunto magnético, a borda, a arranha e pelo damping factor do  módulo amplificador.

O conjunto mecânico pode ultrapassar o X-max do alto falante, mas não deve.

Ao acontecer isso, perde-se o “controle” da movimentação do conjunto, podendo danificar o alto falante.

Isso geralmente acontece ao utilizar uma caixa errada para o alto falante.

Os danos mais comuns afetam a bobina, podendo danificar o enrolamento ao raspar no gap, ou a deforma-lá, ao bater no fundo do conjunto magnético. Além disso, como ultrapassar o x-max causa distorção, a chance de queimar a bobina do alto falante aumenta muito.

X-Lim 

Outro parâmetro relacionado ao X-Máximo é o X-lim, que informa o valor máximo do deslocamento antes do dano.

Sd – cm² 

Entenda as Especificações Técnicas dos alto falantes | Parâmetros Thielle-Small 8

Área total do diafragma ou área efetiva do cone. O cone é o responsável direto na geração das ondas sonoras, logo, seu tamanho também irá afetar a sonoridade.

Quanto maior a área do cone, mais massa de ar ele desloca, porém mais lento ele fica. Sendo melhor na reprodução de frequências mais baixas.

Quanto menos a área do cone, menos massa de ar ele desloca, porém mais rápido ele fica. Sendo melhor na reprodução de frequências mais altas.

Vd: Máximo volume deslocado pelo falante (produto de Sd pelo Xmax), em metros cúbicos. 

Se a questão é mover grandes quantidades de ar nas baixas frequências, este é o parâmetro a ser olhado.

Isso por que para produzir som é preciso mover ar e quanto mais baixa a frequência a ser reproduzida, maior será a quantidade de ar a ser movida para dar determinado resultado.

Pode-se fazê-lo usando cones menores (menor Sd), com a penalidade de ter maior movimento pra dentro e pra fora em relação aos cones maiores.

A área do cone maior dividida pela área do cone menor vai dar a necessidade de deslocamento do menor em relação ao maior para produzir o mesmo resultado.

É fácil calcular isto, e comparar os valores de Vd garante um indicativo do que um falante de graves pode produzir, sendo uma coisa que poucos realmente fazem.

Qts – Qualidade total do Alto Falante

Entenda as Especificações Técnicas dos alto falantes | Parâmetros Thielle-Small 9

O valor do Qts que define o controle do conjunto móvel do alto falante.

Quanto menor o valor: quer dizer que o motor do alto falante consegue controlar muito bem o conjunto móvel do alto falante.

Ele acelera e desacelera mais rapidamente.

É indicativo, por exemplo de som firme, com pancada, com menor peso e graves menos profundos.

Quanto maior o valor: quer dizer que o motor do alto falante não consegue controlar muito bem o conjunto móvel do alto falante.

Ele acelera e desacelera mais lentamente (som mais retumbante). Indica um grave mais pesado e mais lento respondendo com maior facilidade as frequências baixas.

Obs: Não existe um valor melhor que o outro.

Exemplos: Alto Falantes para grave de 15 polegadas conta com QTS em torno de 0,4.
Alto Falantes de Qts de 0,6 ou acima, são modelos que precisam de caixa grandes.

Parâmetros “relacionados” aos QTS:

Entenda as Especificações Técnicas dos alto falantes | Parâmetros Thielle-Small 10

Qms:

Fator de qualidade mecânico para fs ao ar livre, considera apenas as perdas mecânicas, quanto maior o valor de Qms, menos flexível será o conjunto móvel. Conjunto móvel:  suspensão externa (borda) e aranha que prende a bobina, responsáveis pela sustentação do cone.
Valores de Qms maiores indica um alto falante que reproduz um som mais “limpo” e com melhor dinâmica, monde terá menos perdas.
A borda terá maior flexibilidade e a aranha terá construção dando como resultado maior fluxo do ar e maior sensibilidade, sendo bom indicativo de reserva de energia acumulada.

Qes:

Fator de qualidade elétrico para fs ao ar livre, considera apenas as perdas elétricas, quanto menor o valor de Qes, maior a força dinâmica do sistema eletromagnético.

Produto BL

Entenda as Especificações Técnicas dos alto falantes | Parâmetros Thielle-Small 11

(CampoMagnético x ComprimentoFioNoFluxo x CorrenteNoFio)

Quanto maior o valor de Bl mais forte será a força do conjunto magnético do alto falante.

Por exemplo: Alto falantes com alto valor de Bl, ao redor de 30 ou mais, tem maior condição de controlar seus cones adequadamente. São conjuntos magnéticos conjuntos magnéticos massivos, pesados.

Em geral apresentarão também baixos valores de Qts.

Alto falantes com Bl abaixo de 20 ou menos terão menos condições de controle do cone. Logo terão valores de Qts maiores.

Cms:

Entenda as Especificações Técnicas dos alto falantes | Parâmetros Thielle-Small 12

É a compliância mecânica da suspensão do alto-falante

Compliância mecânica: é o quanto um determinado corpo se desloca quando aplica nele uma determinada força . É dada em mm/N ou m/N

VAS – Litros (L)

Entenda as Especificações Técnicas dos alto falantes | Parâmetros Thielle-Small 13

Volume equivalente de ar que tem a mesma compliância do sistema de suspensão do alto-falante (volume acústico do alto-falante).

O volume Vb da caixa acústica depende também do Qts e Fs.

Ao utilizar volumes de caixa menores que os especificados, modifica-se a resposta de frequência, geralmente reforçando uma certa região dos graves, aumentando o Fb e também a excursão do cone do alto-falante.

É um valor que “diz” o tamanho da caixa acústica para o alto falante.

Quanto maior o valor do VAS, maior será a caixa acústica.

Quanto menor o valor do VAS, menor será a caixa acústica.

Veja um post de como calcular o VAS de um alto falante: Como calcular/encontrar o VAS do Alto falante?

Outros parâmetros:

  • B: Densidade de fluxo magnético no vão da bobina, em Tela-metros (TM)
  • Cas: Acusticamente equivalente ao Cms
  • D: Diâmetro efetivo do falante, em metros
  • F3: Ponto de menos 3dB em relação à região de resposta plana em Hertz
  • Fb: Frequência de sintonia (ressonância) da caixa acústica Vented Box (Bass Reflex). (frequencia de um vale entre dois picos)
  • Fc: Frequência de Ressonância do sistema caixa Closed Box. (frequência de pico)
  • Fs: Frequência de ressonância ao ar livre (frequência de pico)
  • L: comprimento do fio imerso no campo magnético, em metros
  • Lces: Indutância elétrica equivalente do Cms, em henri
  • Ms: Massa total móvel do cone
  • n0 rendimento de referência de um alto-falante. O “no” indica a relação entre potência acústica produzida pelo falante e potência elétrica aplicada. Podemos perceber que os alto-falantes são, na verdade, grandes geradores de calor, uma vez que a maioria dos falantes tem rendimento em torno de apenas 1%.
  • p (rho): Densidade do ar 1.18 kg/m^3
  • Pa: Potência acústica
  • Pe: Potência elétrica
  • Q: Amortecimento relativo do falante.
  • Qa: Q do sistema no Fb, devido a perdas por absorção, admensional
  • Qec: Q do sistema na ressonância (Fc), devido a perdas elétricas, admensional
  • R: Ondulaçao do sinal, in dB
  • Ras: Acusticamente equivalente ao RMS
  • Revc: resisttência DC da bobina, em Ohms
  • SPLo Sound Pressure Level, usualmente medido a 1 watt, por 1 metro na frente ao falante
  • Vb: Volume interno líquido da caixa acústica, oferecido ao alto-falante. O valor de Vb influi na resposta de graves, na frequência de corte F3, na de sintonia Fb e no deslocamento do cone.

Como escolher um alto falante de médio?

Como escolher um alto falante de grave?

Veja um vídeo com dicas de como escolher seu alto falante: