Driver JBL D405X 110 rms Fenólico 8 ohms 2 Polegadas

A JBL apresentou para o mercado de som automotivo mais uma novidade: o Driver JBL D405X 110 rms Fenólico 8 ohms 2 Polegadas

O driver JBL405X possui valor em rms nominal de 110 rms e musical de 220 rms, contando com reparo fenólico de 8 ohms.

O modelo chega para substituir uma das referências de driver no mercado, o lendário D405, que tem algo em torno de 10 anos de mercado.

Uma das mudanças mais perceptíveis, é o novo design da tampa de compressão, feita totalmente em alumínio, ficou mais bonita com o logo da JBL.

Chega substituindo a tampa em plástico de alta resistência, oferecendo ótima capacidade de dissipação de calor, mantendo a sensibilidade de 110db e ganhando 10wrms.

Outras vantagens, ficam por conta da rigidez na parte de compressão do driver diminuindo as vibrações e ressonâncias, além de todas a melhorias manterem a boa relação custo benefício do D405.

Porém, a resposta de frequência ficou menor, de 500hz à 6500hz.

Pode ser utilizado em diversos projetos, sendo muito utilizado no automotivo com os sistemas 4 vias, trio-mineiro e pancadão. Nos projetos profissionais, pode ser aplicado em caixas de reforço de som (PA), monitoras e caixas de retorno (palco e side-fill).

Chega ao mercado para combinar desempenho e boa relação custo-benefício, disputando espaço contra os modelos da Triton, Eros, 7 driver, Hard Power e Qvs, por exemplo.

A fabricante ainda possui o modelo Driver D405x Trio com 160wrms, também recém lançado, onde as princiapais diferenças ficam pelo valor em rms e tamanho do conjunto magnético.

Veja mais algumas informações sobre a novidade.

O diafragma fenólico combinado com um tamanho de domo 4 polegadas, garante uma sonoridade encorpada nas vozes e instrumentos musicais, além de proporcionar maior resistência e durabilidade mecânica, mesmo quando exposto a grandes deslocamentos devido às altas potências.

A bobina móvel é fabricada com fio resistente a altas temperaturas e enrolada em forma de Kapton.

Seu reparo completo possui terminais de ligação de engate rápido e auto centragem, que juntamente com sua tampa, fixada por parafusos, permite a troca rápida para fácil manutenção.

Possui plug de fase especialmente projetado pelo corpo técnico da JBL, é feito em alumínio injetado e usinado com alta precisão, favorecendo a dissipação de calor da bobina, além disso, com sua arquitetura exclusiva, assegura reprodução precisa em toda a faixa de resposta com baixa distorção.

Seu conjunto magnético é composto por um ímã poderoso, montado em uma estrutura de aço carbono usinada com tolerâncias rígidas.

Além disso, possui na parte interna um anel de alumínio em curto circuito, que evita a modulação de campo magnético.

O driver possui boca de 50 mm (2″) de diâmetro permitindo acoplagem direta à cornetas com o mesmo diâmetro de garganta, contando com sua fixação por meio de 4 parafusos.

Todas essas características, serve perfeitamente para quem quer médios de alto desempenho em seu sistema de som automotivo externo ou caixa bob esponja, podendo ser utilizado com cornetas curtas ou longas, ao gosto do usuário, respeitando sempre o corte mínimo de frequência.

Veja as especificações técnicas completas (porém, ainda não foram confirmadas pela fabricante):

Veja informações da fábrica:

O Driver D405-X da JBL já surpreende logo de cara, pois basta vê-lo para ter ideia de toda a sua força. Robusto, ele tem uma performance incrível que surpreende até mesmo os ouvidos mais exigentes.

São 110 Watss RMS de potência que ele acrescenta ao seu sistema de som, ideal para projetos com desempenho superior.

Para uma compatibilidade mais prática com os outros equipamentos do seu sistema, ele possui 8 Ohms de impedância.

Para uma resistência muito maior da peça, ela tem tampa em alumínio enrijecido, um ímã vigoroso e trabalha com resposta de frequência de 500 a 6.500 Hz, dando total destaque para os médios do seu som ficarem mais que incríveis.

Especificações técnicas:

• Impedância: 8 Ohms
• Potência RMS: 110 Watts
• Potência PMPO: 220 Watts
• Diafragma Fenólico
• Diâmetro da Garganta: 50 mm (2″)
• Sensibilidade em Corneta, 1W@1m: 110 dB SPL
• Resposta de Frequência @ -10 dB: 500 a 6,500 Hz
• Diâmetro da Bobina: 100 mm (4″)

Veja os Posts Completos:
– Para que serve um Tweeter?
– O que é um Driver Titânio?
– O que é um Driver Fenólico?
– Qual é melhor o driver titânio ou fenólico?

Qual é melhor Super Tweeter ou Driver (Corneta)?

Não existe qual é o melhor. Cada um reproduz um tipo de som pode ser utilizados juntos.

Qual a diferença entre Driver e Super Tweeter?

O Driver reproduz uma faixa de frequência de 500hz à 10khz (somente exemplo, depende da marca e modelo) o Super Tweeter de 2Khz à 22Khz.

Ou seja, driver serve para reproduzir as ”vozes” das música e o Tweeter entra como ”complemento da qualidade”.

Qual a Diferença entre em Driver, Driver Titânio, Tweeter e Super Tweeter?

Driver Fenólico – Resposta de 500hz à 10khz.
Driver Titânio – Resposta de 500hz à 20khz.
Tweeter – Resposta de 2Khz à 20Khz – Tamanho menor.
Super Tweeter – Resposta de 2Khz à 20Khz. – Tamanho maior.

Quando usar um Super Tweeter ou Driver?

Os dois são recomendados para quem usa o sistema de trio elétrico.

Ou seja, sua utilização com Subwoofers (som interno) não é recomendada, principalmente o driver.

Invés deles recomenda-se utilizar um Kit duas vias, dará mais qualidade sonora.

Para o sistema trio, você pode utilizar com subwoofers ou woofer e tem várias opções:

  • Utilizar um driver fenólico e um tweeter;
  • Utilizar somente um driver titânio.=;
  • Utilizar um driver fenólico e um driver titânio;
  • Utilizar um driver titânio e um Super Tweeter.

Quantos Driver e Super Tweeters usar?

Não há regra, mas sempre tente utilizar em pares e nunca utilize somente cornetas fenólicas, pois irá faltar qualidade sonora no sistema.

O sistemas mais comuns são montados com 1 par de driver e 1 par de de Super tweeters.

Geralmente são utilizados em pares, pois, possibilitam melhor casamento de impedância com o módulo.

Veja como funciona:

Se ao seu ver, o sistema ainda precise de “agudos”, utilize 2 pares de drivers e 1 par de tweeter, ou 3 pares de drivers e 1 par de tweeter.

Como Instalar Driver e Super Tweeter

– Lembre-se de verificar sempre o casamento da impedância entre a ligação final dos reprodutores de áudio e o amplificador;

– Caso não tenha crossover para regulagem utilize capacitores para os Drivers e para os Tweeters;

– O fio duplo de 1,5mm dá conta do recado, porém se houver um distância grande entre o módulo e as cornetas  – mais de 1,5m -, lembre-se de aumentar a bitola. Ao utilizar módulos de mais de 800 rms para várias cornetas aumente a bitola do fio;

– Drivers de titânio têm que serem utilizados com Divisores de frequência ou crossover;

– Utilize drivers e super tweeter ligados em canais que possibilitam um ajuste de ganho e regulagem. Procure deixar sempre o super tweeter com ganho menor, pois é mais sensível e irá “encobrir” o som do driver, além de ter maior risco de queima.

Regulagem de drivers e tweeters e a utilização de capacitores

Como dito, os drivers e tweeter reproduzem frequências altas e não aceitam muito bem as baixas, por isso, o ideal é fazer o corte com crossover ou capacitores.