O que é e para que serve um Voltímetro Som Automotivo?

Hoje vou mostrar o que é e para que ser um voltímetro de som automotivo! E contar 5 segredos que pode desvendar sobre seu som automotivo, ao utilizá-lo no sistema!

O que é e para que serve um Voltímetro Som Automotivo?

O voltímetro e um componente que informa a tensão, famosa “voltagem” do sistema elétrico do som automotivo, por meio de um display digital, que altera o valor instantaneamente, medindo geralmente de 5v à 30 volts de corrente contínua. Com esse dado podemos extrair muitas informações de como está funcionando o sistema.

O que é e para que serve um Voltímetro Som Automotivo? 1

No mercado de som automotivo, há modelos também, onde algumas fabricantes também implementaram algumas pequenas funções de acordo com a tensão dada no display.

Temos modelos que ficam piscando o display quando a tensão está muito alta ou baixa, por exemplo.

Outros modelos mais antigos, possuíam também uma saída remota, para desligamento dos amplificadores, caso a tensão ficasse baixa ou alta demais.

Apesar de ser uma boa função para o voltímetro, principalmente, ela não era muito utilizada, pois os módulos geralmente já tinham algum tipo de sistema de proteção nesse sentido, e com o tempo ela foi retirada dos modelos no mercado, o que fez com que baixassem os preços dos modelos também.

Quais informações do sistema de som automotivo posso ter após análise da tensão?

Muitas!

Vamos monstrar algumas extremamente importantes, por exemplo:

Deficiências no sistema

Instale o voltímetro na bateria, depois utilize um multímetro para analisar a tensão que chega no amplificador e coloque uma música em um bom volume.

Se a tensão que chega no amplificador for muito menor que a mostrada no voltímetro, quer dizer que está tendo alguma perda na ligação elétrica do amplificador, que pode ser geralmente cabeamento subdimensionado ou mau aterramento.

O que é e para que serve um Voltímetro Som Automotivo? 2

Quantidade de carga nas baterias

Para entender isso, tem que ter em mente que 12,6 volts, é a tensão em circuíto aberto da bateria, esse é o valor que deve ter no display de seu voltímetro em condições normais.

Porém, esse valor pode ser até maior, isso acontece, pois a bateria é um acumulador químico de energia, e a tensão da mesma, pode variar de acordo com 3 pontos:

  • temperatura;
  • o material ativo;
  • solução eletrolítica na qual ela é composta.

A variação por temperatura, fica em torno de – 0,03v a cada 1ºC acima de 25ºC e +0,03v para cada 1ºC abaixo de 25ºC

Na questão do material ativo e solução eletrolítica, esses dois fatores influenciam na tecnologia da bateria.

Onde temos no mercado Baterias de Chumbo-Ácido: Ventiladas, Seladas e AGM.

Onde com 12,6v, em uma bateria de chumbo-ácido ventilada, o modelo mais simples e mais barato de todos, famosos por ter tampinhas em cima, quer dizer que a bateria está com 100% de carga.

Veja no gráfico:

quantidade de carga na bateria a partir da tensao

Essa medição tem que ser feita a partir de 1h de repouso da bateria e é uma estimativa, a medição mais precisa da quantidade de carga de uma bateria é feita a partir da densidade do eletrólito.

Outro ponto é em questão da tecnologia da bateria, onde as baterias seladas, por terem acréscimo de alguns elementos químicos nas placas (geralmente cálcio, para não precisarem de manutenção da solução durante sua vida útil), trabalham com uma tensão maior, em torno de 12,9v com 100% de carga.

O que é e para que serve um Voltímetro Som Automotivo? 3

Nas baterias AGM, por sua tecnologia aprimorada, a tensão pode ficar em torno de 13,2v.

Quando Carregar a bateria do carro

Uma informação importante, é que apesar de aparecer a estimativa de até 20% de carga das baterias no gráfico, as baterias de chumbo-ácido comuns e seladas, não aceitam tão bem descargas tão profundas, pois, nesses casos aumenta-se a probabilidade de diminuição de material ativo dentro das mesmas e consequentemente se diminui a capacidade nominal e estimativa de vida útil.

A fábricas recomendam uma maior necessidade de carga das baterias em tensões menores que o valor de em torno de 12,2v.

O que é e para que serve um Voltímetro Som Automotivo? 4

Vida útil da bateria

Outro ponto importante na da vida útil, é que ao ponto em que a bateria vai sendo utilizada, sua tensão inicial com carga máxima, diminui.

bateria tensao diminui com a utilizaçao

Podendo ficar em torno de 12,7v-12,6v nas baterias seladas e 12,4v nas baterias comuns.

Se após a carga delas, elas voltarem para valores menores, fique atento, pois es´ta chegando a hora de troca de bateria.

Projeção da potência do amplificador

Com o som tocando, é necessário avaliar a tensão na hora dos picos de grave, que é o momento no qual o sistema é forçado a solicitar mais energia, e deste modo, sabemos o quanto de potência o módulo está mandando.

As fábricas de módulos amplificadores informam a potência nominal em 12,6v. Mas além disso, também informam a quantidade de energia necessária para que ele a potência declarada, que é informada pelo consumo máximo musical.

Por exemplo, em um sistema de 6000w rms:

  • Se a tensão no pico de potência cair ou se manter em 12,6v, quer dizer que o módulo está mandando os 6000w rms;
  • Se a tensão no pico de potência for menor que 12,6v, quer dizer que o módulo está mandando menos rms que os 6000w rms. Em 11,4v , por exemplo, ele manda em torno de 20% a menos da potência nominal, em torno de 4800w rms.

Com o uso de fontes automotivas, a tensão aumenta e se consegue um desempenho melhor:

  • Se a tensão no pico de potência cair ou se manter em 13,8v, quer dizer que o módulo está mandando em torno de 20% a mais da potência nominal do módulo. No exemplo, em torno de 7200w rms;
  • Se a tensão no pico de potência cair ou se manter em 14,4v, quer dizer que módulo está mandando um torno de 30% a mais de potência nominal do módulo. No exemplo, em torno de 7800wrms.
potencia modulo amplificador tensao bateria mais fote 12,6v 13,8v 14,4v

Como instalar um voltímetro de som automotivo?

Sua instalação é muito fácil, em modelo que têm somente dois fíos, basta conectar o fiio positivo (geralmente o vermelho) no positivo da bateria ou entrada do módulo amplificador.

O fio negativo (geralmente de cor preta) conecte no pólo negativo da bateria ou módulo amplificador.

Um problema desses de modelos é que eles vão ficar ligados direto, logo, pode colocar uma chave liga/desliga no fio positivo.

Existem modelos que desligam com o sistema de som automotivo, e possuem, além dos fios positivo e negativo, um fio remoto. Este possui geralmente uma cor azul, e deve ser ligada no remoto do player de som automotivo, para que quando o player for acionado/ligado, ele envia um sinal via fio remoto, para o voltímetro ligar juntamente, assim como na hora de desligar o sistema.

Voltímetro para Sistemas Alta Tensão/Voltagem

Também foi comum no mercado, os voltímetro para sistemas de alta tensão.

Esses voltímetros trabalhavam com tensões mais altas e eram ligados na série de baterias do sistema alta tensão.

Ele era um acessório fundamental para permitir o funcionamento na faixa ideal de tensão do amplificador alta voltagem, pois com muitas baterias, precisava-se de maior precisão. Um exemplo desse componente, é o VT5 Stetsom, que além de voltímetro, funcionava com um gerenciador de carregamento para as baterias.

Apesar de ser um sistema prático, com a evolução dos sistemas de som automotivo, percebeu-se que ele era preciso para verificar a tensão final do sistema, porém, a tensão de cada bateria, poderia estar desigual na série.

Por exemplo, uma bateria poderia estar com 11 volts e outra com 13 volts, o que diminui a vida útil da bateria que não conseguia uma carga completa (o que não acontece em um sistema com baterias ligadas em paralelo).

Com isso, os voltímetros e carregadores de alta tensão, deram espaço para os modelos 12v, onde se utiliza um carregador e um voltímetro para cada bateria do banco de bateria da ligação em série, melhorando sua carga e facilitando a identificação de problemas. Um ponto negativo, foi que o custo para a instalação desse sistema, ficando mais caro.